Ervas que Aliviam os Sintomas da Menopausa

August 29, 2020

Comments

Share

Durante os estágios da menopausa, as alterações hormonais podem causar muitos sintomas. Mas a natureza vem nos ajudar com um grande número de ervas medicinais para aliviar os sintomas da menopausa. No entanto, antes de adicionar ervas naturais à dieta para reduzir os sintomas da menopausa, você deve consultar seu médico.

Os sintomas da menopausa podem ser diferentes, e estudos recentes avaliaram relatos que levantam uma questão importante: por que as mulheres nos países industrializados experimentam severos sintomas da menopausa? Por outro lado, a maioria das mulheres nas culturas indígenas experimentam poucos e se experimentam sintomas?

Antes de tudo, a vida de uma mulher em uma comunidade indígena é de luta física e seria considerada qualquer coisa, menos sedentária. Pesquisadores escandinavos descobriram que alguns dos sintomas da menopausa podem ser evitados com a pratica de exercício diário, aumentando assim a densidade óssea e os níveis de energia.

Em segundo lugar, a nutrição das pessoas que vivem nos países industrializados é radicalmente diferente de suas contrapartes indígenas. Muitos dos nutrientes contidos nos alimentos são removidos durante o processo de refinamento e preparação.

Por que as Ervas Tratam os Sintomas da Menopausa?

As ervas contêm várias formas de fitoestrogênios e outros constituintes que ajudam nosso corpo a transformar esses fitoestrogênios, para que possamos usá-los com segurança no tratamento dos sintomas da menopausa.

Alimentos ricos em minerais que contêm, isoflavonas e lactonas com ácido resorcílico constituem o que é necessário na dieta de uma mulher saudável. Elas estão contidas em feijões, frutas frescas e vegetais frescos e sazonais em todo o perímetro, onde alimentos saudáveis ​​e não processados ​​são expostos. Quanto mais orgânicos, mais saudáveis.

Os ajustes que devemos fazer para imitar um estilo de vida e dieta tradicionais servem como uma abordagem suave para tratar os sintomas da menopausa com ervas. Tais diretrizes vêm com poucos efeitos colaterais e foram capazes de resistir ao teste do tempo.

Medicina tradicional no Tratamento da Menopausa

Vale a pena notar que as ervas tradicionais do mundo têm muito a oferecer no caminho de terapias eficazes, mesmo para os sintomas da menopausa.

Os nativos americanos usavam cohosh preto (Actaea racemosa ou Cimicifuga racemosa) para várias questões ginecológicas.

Cohosh Preto – é mais frequentemente usado para sintomas da menopausa, incluindo ondas de calor e suores noturnos, secura vaginal, palpitações cardíacas, zumbido, vertigem, distúrbios do sono, nervosismo e irritabilidade.

Esta planta tem um perfil muito baixo de efeitos colaterais, proporcionando excelentes resultados clínicos. Com base nos estudos atuais, o cohosh preto tem mais chances de aliviar os sintomas associados à diminuição ou desequilíbrio do estrogênio.

Medicina Chinesa e tratamento dos sintomas da Menopausa

Por quase três mil anos, a medicina tradicional chinesa aborda ondas de calor e outros sintomas relacionados à menopausa através do uso de acupuntura e fitoterapia.

Para citar apenas alguns;

Alcaçuz e Dong quai – contêm componentes muito parecidos com os hormônios do corpo. “Apresenta, principalmente, ação hormonal, estimulando a conversão natural da testosterona em estrogênio na glândula adrenal, produzindo os efeitos estrogênicos correspondentes, sugerindo que as isoflavonas ligam-se aos receptores estrogênicos exercendo efeito regulador”.

Gingko Biloba – é mais um botânico chinês. A folha desta árvore ganhou fama por ter a capacidade de melhorar a memória e a concentração. O Gingko Biloba também demonstrou ser benéfico para mãos e pés frios, outro problema crescente da menopausa.

Ayurvédica

A medicina ayurvédica comemorou essas mudanças naturais para mulheres de meia idade, no subcontinente indiano, e vem promovendo uma transição segura nos últimos 5.000 anos.

Aludimos a algumas ervas que tiveram um papel significativo no Ayurveda.

Espargos Racemosus ou Sitawari – é considerado um adaptógeno que pode ser usado para a saúde da mulher em qualquer fase da vida. A erva oferece propriedades fitoestrogênicas que são elevadas durante a menopausa.

Estudos descobriram que menos mulheres, na menopausa, se queixaram-se significativamente menos de problemas cognitivos após a administração oral de extratos de Asparagus Racemosus. Devido aos efeitos do equilíbrio hormonal.

Maná de bambu – por vários milhares de anos, o maná de bambu tem sido usado como um balanceador de hormônios feminino na medicina ayurvédica.

Isso vale para a seiva seca do jovem bambu, que é extremamente rica em sílica orgânica. O maná de bambu tem um efeito de resfriamento em todo o sistema reprodutor feminino, reduzindo as ondas de calor e a inflamação.

Melhores Ervas e Óleos Essenciais para os Sintomas da Menopausa

Ervas para curar sintomas da menopausa

Óleo de prímula – Um dos tratamentos mais comuns para os sintomas da menopausa é o óleo de prímula (também conhecido como EPO), um óleo extraído das sementes de plantas de prímula (Oenothera biennis). Os defensores afirmam que o óleo de prímula pode aliviar uma variedade de sintomas da, como ondas de calor, suores noturnos, dificuldades para dormir, secura vaginal e distúrbios de humor.

O óleo de Onagra – é rico em ácido gama-linolênico (GLA), um ácido graxo essencial envolvido no desenvolvimento de substâncias semelhantes a hormônios, chamado prostaglandinas. Pensa-se que o EPO ajuda a reverter as alterações hormonais associadas à menopausa, aumentando a produção de prostaglandinas.

Óleo de semente de groselha preta – a groselha preta é uma planta. As pessoas fazem remédios usando óleo de semente, folhas, frutos e flores. As mulheres estão usando óleo de semente de groselha preta para aliviar os sintomas da menopausa, síndrome pré-menstrual, períodos dolorosos e sensibilidade nos seios. Também ajuda a melhorar a imunidade.

Óleo essencial de lavanda A lavanda pode ajudar a equilibrar os hormônios e aliviar o desconforto perineal. A lavanda também pode promover sentimentos relaxantes e ajudar a melhorar a qualidade do sono. Insônia e outros problemas relacionados ao sono são comuns durante a menopausa. A lavanda demonstrou ser benéfica na aromaterapia para a rotina noturna.

Óleo essencial de gerânio – o gerânio, usado como óleo essencial, foi encontrado para ajudar as mulheres a gerenciar as alterações hormonais durante o estágio da menopausa. O gerânio também é muito útil para a pele seca. A pesquisa também sugere que este óleo essencial tem efeitos antiansiedade e antidepressivos.

Óleo essencial de cítrico – Já foi comprovado que o óleo cítrico empregado na aromaterapia tem vários benefícios para a saúde de mulheres, com sintomas da menopausa. Em um estudo de 2014, os pesquisadores observaram que as mulheres na pós-menopausa que inalavam esse óleo essencial apresentavam muito menos sintomas físicos e aumento do desejo sexual.

Eles também relataram um aumento nos níveis de pulso e estrogênio, além de uma diminuição na pressão arterial sistólica. Citrus também exala propriedades anti-inflamatórias que podem ajudar com quaisquer cãibras e dores que podem ocorrer durante a menopausa.

Em conclusão

Estas são apenas algumas da vasta gama de ervas que tornam a vida menos dolorosa e confiante durante o processo da menopausa. Os medicamentos alternativos não substituem a medicina tradicional, muitas vezes, o tratamento médico com “remédios” é necessário. A medicina chinesa e yurveda são complementares. A vantagem das ervas é que mostraram pouco ou nenhum efeito colateral enquanto protegem contra complicações relacionadas à menopausa.

Os medicamentos ayurvédicos e outros medicamentos tradicionais, combinados com dieta e estilo de vida saudável, são uma maneira segura de aliviar os sintomas da perimenopausa e incentivar a saúde e a longevidade ideais.

Embora estes sejam tratamentos naturais, eles podem comprometer a outros tratamentos em andamento ou causar efeitos colaterais, portanto, antes de iniciar qualquer tipo de tratamento, você deve consultar seu médico.

Join Our Newsletter

Categories

Related Posts

Como Ser Mais Resiliente na Meia-idade.

Como Ser Mais Resiliente na Meia-idade.

A meia-idade é um desafio e as pessoas enfrentam vários eventos críticos; tornar-se mais resiliente é essencial para recuperar a vontade de viver. Além disso, a meia-idade pode ser um momento crucial para muitos adultos, caracterizada por preocupações com o presente,...

4 Exercícios para Recuperar a Autoconfiança.

4 Exercícios para Recuperar a Autoconfiança.

A falta de autoconfiança é uma condição comum para muitas pessoas. A crença de não possuir meios intelectuais e físicos é uma condição psicológica desfavorável, que leva o indivíduo a evitar riscos e se alimentar de um círculo vicioso de pensamentos autossabotadores....

Autocuidado na Menopausa: Você vai Adorar.

Autocuidado na Menopausa: Você vai Adorar.

O autocuidado durante a menopausa é importante porque as alterações nos hormônios causam vários sintomas, como irritabilidade, insônia e alterações de humor. Nesta fase da vida, o corpo necessita de muita energia para se adaptar à carencia hormonal e e por isso que a...

0 Comments

0 comentários

Enviar um comentário

Your email address will not be published.